PAE - UM RECANTO DE PAZ

UM REDUTO DE PAZ DE "MARIA DOLORES"

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

COISAS E PASSES

Luiz Carlos Formiga
“O número de enfermidades, essencialmente orgânicas, sem interferências psíquicas, é positivamente diminuto”. Emmanuel (*)

“O passe, tal como terapia, não modifica necessariamente as coisas, para nós, mas pode modificar-nos a nós em relação às coisas.” Disse o médium Francisco Cândido Xavier.
Dependentes de drogas podem ser beneficiados. Precisam pensar em mudanças.
“Na aplicação do passe não se fazem necessários gesticulação violenta, respiração ofegante ou bocejo contínuo. Não há necessidade de tocar o assistido. O passe é prece, concentração e doação. Por questão de bom senso, o passe deverá sempre ser ministrado de modo silencioso, com simplicidade e naturalidade. Jesus utilizou o passe impondo as mãos sobre os enfermos. Ensinou essa prática aos seus discípulos e apóstolos, que também a empregaram largamente nos tempos apostólicos.” (1)
 Diz o mentor de Chico Xavier: “quando oramos uns pelos outros, nossas mentes se unem, no círculo da intercessão espiritual, e, embora não se verifique o registro imediato em nossa consciência comum, há conversações silenciosas pelo sem-fio do pensamento.” (*)
O escritor Jorge Hessen (1) comenta “ginásticas pedantes e caricatas de tratamentos “espirituais” praticados em algumas instituições espíritas mal administradas.”
Diz que ouviu em Brasilia “que a aplicação do passe quando “concentrado" (concentrado???....!!!) e muito demorado pode causar "congestionamento fluídico” (congestionamento fluídico???...!!!) e com isso o assistido pode se sentir mal (sentir mal???...!!!) Acredite se puder!”
Na década de 1980, participamos de um vídeo. De minha parte, deveria oferecer ligeira ideia sobre o tratamento “auxiliar”, num Centro Espírita. Veja, quando puder. (2)
Apoiada na vertente espiritualista da ciência, a Pedagogia Regeneradora conceitua o homem como ser de natureza biológica, psicológica, social e espiritual, dotado de historicidade e de livre arbítrio, encontrando-se em contínuo processo evolutivo. Aprendemos que o espírito é o agente que direciona toda a organização biológica, embora possa ser influenciado por ela.
Surge assim o compromisso com a formação integral do homem, porque seus conteúdos valorizam a grandeza do espírito imortal, seus métodos e técnicas valorizam a essência do ser. Diferente do homem de ciência que vive no amanhã para favorecer o presente, a ação educadora, atuando no espírito, trabalha o presente para melhorar o futuro.
A Revista Internacional de Espiritismo, junho de 1999 publicou “Vôo da Liberdade, vôo de uma alma”. O centro espírita Irmão Samaritano (CEIS) reuniu ex-usuários de drogas, seus familiares, espíritas profissionais de saúde  e produziu um documentário multidisciplinar. Nele percebemos a complexidade do problema. (3) O “tráfico é uma espécie de animal monstruoso de mil tentáculos e mil cabeças, espalhados pelo mundo”.
 Verificamos hoje que as conquistas científicas e tecnológicas não foram capazes de ocupar o vazio existencial criado na civilização ocidental. Esta ausência de sentido para a vida é encontrada nas pessoas que procuram o suicídio, como solução.
A versão moderna da antiga técnica de imposição de mãos é rotulada como “Toque Terapêutico”. Vamos encontra-la na formação avançada em enfermagem, numa universidade católica. (4)
Em maio de 1998, recebemos uma série de perguntas feitas por universitários. Algumas delas: o que é ser médium? Todos somos médiuns? Como desenvolver esta faculdade? O que dizer dos médiuns que cobram consultas? O que é um médium de cura? Qual finalidade da existência de médiuns curadores? É normal que médiuns utilizem instrumentos cirúrgicos? Podemos obter curas unicamente por meio da prece? (5)
Nossas respostas procuraram a concisão, seguindo a mesma orientação do vídeo-documentário. Por hora, enfatizaremos a última questão, curar por meio da prece.
Sim, “nós podemos”. No entanto, é necessário considerar que os Espíritos possuem outros elementos de avaliação, e, que o real benefício pode estar em sofrer por mais tempo. “Deus e linhas tortas”.Alguns falam em “fundo do poço”. Isso pode levar a falsa conclusão de que a prece não foi ouvida.
A experiência demonstrou que, mesmo entre os melhores dotados, não há curadores universais. A mediunidade curadora é uma aptidão, porém o resultado efetivo independe da vontade do médium. (6)
“Confessai as vossas culpas uns aos outros, e orai uns pelos outros para que sareis.” (Tiago, 5:16)
“A cura jamais chegará sem o reajustamento íntimo necessário, e quem deseje melhoras positivas, na senda da elevação, aplique o conselho de Tiago, nele possuímos remédio salutar para que saremos na qualidade de enfermos encarnados ou desencarnados.”(*) Lembrou dos Alcoólicos Anonimos? (7)
Joanna, no livro Conflitos Existenciais, diz que “receber a bioenergia, diante dos distúrbios da emoção, é de inadiável importância, destacando-se o concurso de pessoas abnegadas e saudáveis física e moralmente, como portadoras da doação. Jesus utilizava-se do denominado toque curador, descarregando naqueles que O buscavam as sublimes energias de que era portador.” (8)
"Há tanta coisa entre o Céu e a Terra que mal pode sonhar nossa vã filosofia". Há tanta coisa para explicar que vai do Toque Terapêutico ao procedimento cirúrgico, realizado por um médico do outro mundo!
Publiquei na Revista de Enfermagem (UERJ, RJ, 4(1): 89-102, 1996) uma petição, escrita em 1992, enquanto “paciente terminal”. Vejamos um pequeno trecho,
Aos membros da equipe de saúde, quero lembrar não só as necessidades psicobiológicas (eliminação intestinal, vesical, conforto físico, etc.), mas as necessidades psicossociais (comunicação, recreação, privacidade, etc.) e as psicoespirituais. Praticar a minha” religião”, receber a terapêutica do passe é para mim não só uma necessidade, mas um direito. O passe está para o psiquismo assim como a transfusão de sangue está para o organismo. (9)
incredulidade já foi desafiada por um espírito desencarnado materializado. Incrível! Foi o que disse uma estudante de medicina, após o relato da cirurgia espiritual cardíaca. Não há dúvidas da existência de uma face oculta na medicina (10, 11, 12)
Extraordinária é a evolução da ciência biomédica. Hoje vivenciamos o nascimento de uma criança saudável, gerada através da inseminação artificial, a partir de mãe com útero transplantado. Os cirurgiões veteranos estavam chorando, quando a criança nasceu. (13)
Os médicos do outro mundo  não utilizam instrumentos materiais nas cirurgias. Na pintura mediúnica espíritos não usam pincéis. Outros trocaram o lápis pelo computador ou celular.
O espírito RAUDIVE usou o telefone celular. A comunicação foi estudada por Professor de Engenharia e Tecnologia, especialista em telefonia e acústica. Concluiu-se depois da investigação criteriosa das vozes gravadas que as vozes dos espíritos são diferentes das humanas.
 “O auto-espectrum da palavra "RAUDIVE", falada pelo pesquisador, contem o componente fundamental de 111hz, que é valor próximo das estatísticas em telefonia, enquanto que a palavra "RAUDIVE" falada pelo espírito destaca os componentes de 666 hz e 1428 hz, nos dois telefonemas registrados. Por hipótese de trabalho, configura uma origem para essas vozes não coincidente com a voz de uma anatomia humana, conforme conhecemos."
Allan Kardec discute as curas produzidas por Jesus no livro "A Gênese".
Conforme relatório da Organização Mundial de Saúde 10 a 20 milhões de pessoas no mundo tentam se suicidar. O Brasil está entre os dez países com maior número absoluto de suicídios. Somente uma dor muito profunda pode explicar o suicídio entre os espíritas, pois estão de posse do conhecimento da imortalidade da alma e do sofrimento de estar ligado a um corpo sem vida.
Nos dias de “baixo astral” procure um Centro Espírita, bem administrado, e “tome” um passe.

(*) Livro “Vinha de Luz”, lição 157. “O remédio salutar”. FEB.
Leia mais.