PAE - UM RECANTO DE PAZ

UM REDUTO DE PAZ DE "MARIA DOLORES"

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

A NOVA OPORTUNIDADE


 
Luiz Carlos Formiga
Jesus percebia em Tomé, além da racionalidade, um senso crítico importante no exercício da semeadura. Seu amor por Ele, sua generosidade com os companheiros eram créditos que Jesus contabilizava. Jesus enxergava em Tomé o trabalhador dedicado e sincero do porvir.
 O Mestre convivia, permutava, participava do cotidiano de cada um nas ruas, nas casas, no templo, no trabalho, na alegria e na dor. Em todas essas ocasiões encontrava situações a serem observadas e discutidas e Tomé crescia a cada dia, espiritualmente.
Jesus oferece a Tomé o ensinamento básico: “Eu sou o caminho da Verdade e da Vida e ninguém vem ao Pai, senão por Mim.” (João 14: 1-6)
 Os apóstolos tiveram apenas um dia para metabolizar essas palavras, porque então tudo aconteceu: Jesus foi preso, açoitado, julgado, coroado de espinhos e, finalmente, crucificado.
 Como resistir a isso?  Como suportar tamanha dor?   O desespero tomou conta de todos. Esconderam-se e, juntos, choravam.  Mas, Jesus cumpriu a sua promessa e ressurgiu, aparecendo à Madalena.
Interessante é que  todos foram incrédulos, pois ninguém acreditou quando ela , correndo, foi contar que vira o Senhor. No entanto, só Tomé ficou com a fama.
Provando o que dissera, Jesus surgiu no recinto fechado e sua voz ecoou:  “A paz seja convosco!” Mostrou as chagas e os discípulos encheram-se de alegria e esperança.  Mas Tomé não estava com eles! Perdera a primeira aula prática de imortalidade.
No dia seguinte quando chega, é recebido com gritos de alegria: Tomé, Tomé, Jesus voltou! Punhalada no coração, perdera a oportunidade de ver Jesus de novo.
Vocês estão loucos! Seu senso de realismo cristalizou-se e ele, então, explode:  “Se eu não vir em suas mãos o lugar dos cravos e se não puser meu dedo no lugar dos cravos e minha mão do seu lado, não crerei.”
 Jesus esperou vários dias, para que Tomé tivesse oportunidade de rememorar os três anos de ensinamentos, o seu problema era a pedra angular: a realidade espiritual.
Jesus: “Vou, mas voltarei, nunca vos deixarei a sós!”  E Tomé não acreditara...
Então, no oitavo dia:  “A paz seja convosco!”
Tomé, coração acelerado vê Jesus se aproximar:  “Vem, Tomé, introduz aqui o teu dedo e vê as minhas mãos. Põe a mão do meu lado e não sejas incrédulo, mas crê”.
  Ainda somos Tomé, lutando com as nossas fraquezas, exigindo aulas extras que possam satisfazer os nossos desejos. (1)
Muitos já são capazes de perceber as “trevas” em que as Instituições Federais e Estaduais de Ensino Superior foram mergulhadas. Vai ser difícil remover esta  "cultura", mas há luz no fundo do túnel.
Uma lâmpada foi acesa pelo médico que trouxe, à universidade, evidência “laboratorial” sugestiva da imortalidade da alma, ao descrever como testemunha, não apenas, uma cirurgia feita por espírito materializado.
Estivemos com o Dr. Paulo Cesar Fructuoso no Lar de Frei Luiz, onde fomos fazer pequena palestra, em torno do Evangelho Segundo o Espiritismo. Posteriormente, fizemos o convite para contar esta cirurgia “impossível”.
Impossível foi palavra utilizada por um dos pares de William Crookes, quando o cientista relatava resultados de suas pesquisas com um espírito materializado e fotografado, para afastar a alucinação.
Na universidade não é diferente. Foi por isso que o convocamos como “testemunha” para palestrar num aniversário do NEU-UERJ. (2)
O Dr Paulo Cesar Fructuoso esteve no Núcleo Espírita Universitário-UERJ. Esteve também num anfiteatro do CREMERJ, lutando contra a incredulidade. (3)
No próximo dia 09/10/2017 de outubro, estará oferecendo uma terceira oportunidade aos alunos de terceiro grau na Associação Médica Espirita Carioca.
O NEU-UERJ conseguiu a marca memorável  ao ultrapassar os 18 anos de resistência. No entanto, nesse ano não teremos a palestra comemorativa.
Num aniversário tivemos a palestra “Como lidar com as emoções perturbadoras, à luz da Doutrina Espírita”, com Yasmim Madeira. Isso me fez lembrar que o confrade Bruno Tavares me informou que  Yasmim estará no seu Blog, agora todo domingo. (4)
Com o Blog do Bruno, o NEU consegue chegar ao nordeste brasileiro, porque ele tem publicado textos que são dirigidos aos membros do Núcleo , em dificuldades para manter atualizado a sua página na internet. Veja o que foi publicado nestes dias. (5)
 Completamente vencido pelo amor do Cristo, Tomé cai de joelhos e clama com todas as suas forças: “Meu Senhor!”
 Jesus o sustenta e, para finalizar o ensinamento, lhe diz:
“Porque me viste, creste. Felizes os que não viram e creram.”

Leia mais