PAE - UM RECANTO DE PAZ

UM REDUTO DE PAZ DE "MARIA DOLORES"

quarta-feira, 18 de maio de 2016

As três forças do Espiritismo


Domingos Cocco


Sustenta-se a Doutrina Espírita em seu maior patrimônio, sua Filosofia. Ela “é, sem duvida, imperecível, porque repousa nas leis da Natureza e porque, melhor do que qualquer outra, corresponde às legítimas aspirações dos homens”, (1) atende a fé raciocinada, e impõe-se durante décadas à sociedade mundial, qual afirma Allan Kardec: fé inabalável só é a que pode encarar de frente a razão, em todas as épocas da Humanidade” (2) Contudo, conta ainda o Espiritismo com mais duas forças, as Inteligências Espirituais, os Espíritos que propagam os princípios da terceira revelação com a participação de médiuns e, os Espíritas, voluntários participantes da seara. 

Não acolhendo assalariados em suas fileiras, utiliza-se de seus adeptos nos trabalhos de sua organização atuando como; presidentes, secretários, tesoureiros, e na sua divulgação como; escritores, expositores, evangelizadores, médiuns, etc. No entanto, incorrem na observação contida nos Evangelhos de Jesus: “A seara na verdade é grande, mas os trabalhadores são poucos” (3)

Daí o apelo: (...) “Ó verdadeiros adeptos do Espiritismo!.. (...) Ide e pregai a palavra divina. É chegada a hora em que deveis sacrificar à sua propagação os vossos hábitos, os vossos trabalhos, as vossas ocupações fúteis. Ide e pregai. Convosco estão os Espíritos elevados. (...) Faz-se mister regueis com os vossos suores o terreno onde tendes de semear, porquanto ele não frutificará e não produzirá senão sob os reiterados golpes da enxada e da charrua evangélicas. Ide e pregai!”(...) (4) 

Porém, para facilitar que mais adeptos se interessem por trabalhar na obra, faz-se necessário tomar duas providências; que freqüentadores busquem maior aproximação à casa, e que os seus dirigentes abram mais espaços mais oportunidades à participação, ao cooperativismo. 

Assim, a exemplo das famílias onde pais, mães, avôs avós, mostram o segredo das suas profissões, às suas futuras gerações, seria interessante que os dirigentes convidassem freqüentadores da instituição para participarem dos movimentos comuns como; abrir a Instituição, ajudar na sua limpeza, nas pequenas reformas, presidir reuniões doutrinárias, etc., lembrando, todavia, que os convites sejam feitos pessoalmente, pois, os apelos de público caem no vazio!.. 

Importante ainda, que os diretores, mesmo no direito de suas decisões, se aconselhassem antes, com demais companheiros. Nesta hora, além de estarem buscando seguro proceder, estariam trazendo os consultados aos interesses da Instituição, envolvendo-os. Nada, porém, que lhes tirassem o direito soberano de decidir. Não é nos aconselhamentos entre marido e mulher, filhos, que se procuram os interesses da família? No Espiritismo tudo deveria acontecer como em família!.. 

Servem, portanto, ao Espiritismo três forças. 1º: Sua filosofia. 2º: Espíritos, seres inteligentes da criação, os que divulgam ensinamentos à sociedade, e 3º: Os seus trabalhadores, os que o mantêm e o divulgam. 

A estes últimos se dirige o Espírito de Verdade: “Aproxima-se o tempo em que se cumprirão as coisas anunciadas para a transformação da Humanidade. Ditosos serão os que houverem trabalhado no campo do Senhor, com desinteresse e sem outro móvel, senão a caridade! (...) Ditosos os que hajam dito a seus irmãos: “Trabalhemos juntos e unamos os nossos esforços, a fim de que o Senhor, ao chegar, encontre acabada a obra” (...) (5) 

Portanto, estando a terceira força comprometida com a causa Espírita, saudemo-la, e aproveitemos as oportunidades de trabalho que a seara nos oferece!..

(1) – O.P. - Pág. 346
(2) – E.s.E. – Cap. XIX, 7
(3) – Mateus, 9, 37 
(4) – E.s.E. – Cap. XX, 4
(5) -- E.s.E. -- Cap. XX. 


Cachoeiro de Itapemirim, ES.
Domingos Cocco
E-mail: domingoscocco1931@yahoo.com.br 
Rua Neca Bongosto n°06 – Bairro Sumaré CEP 29304-590 - Tel. (028) 3522-4053
Cachoeiro de Itapemirm – Estado do Espírito Santo